Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Esportes
Sábado - 01 de Julho de 2006 às 21:40

    Imprimir


O atacante Cristiano Ronaldo, da seleção portuguesa, assegurou neste sábado que não procede a informação de que pediu ao árbitro argentino Horacio Elizondo que expulsasse o inglês Rooney no jogo pelas quartas-de-final da Copa 2006.

A jogada que rendeu o cartão ao atacante da equipe britânica ocorreu aos 17min do segundo tempo, em uma disputa de bola entre Tiago e Rooney, que terminou com o meia português no chão, depois de supostamente ter sido atingido pelo inglês.

Cristiano Ronaldo, companheiro de Rooney no Manchester United, foi o primeiro a chegar junto ao árbitro para recriminar a ação do atacante inglês, mas negou que tivesse pedido sua expulsão.

"Disse que tinha que apitar falta, mas não pedi que mostrasse o cartão vermelho. Não entendo que haja polêmica", disse o jogador.

O português, que entrou em campo mesmo sem ter treinado na última semana, devido a uma lesão na coxa, disse que se sentiu bem no primeiro tempo, e que na prorrogação sentiu cansaço.

O atacante do Manchester foi o responsável pela última cobrança na disputa por pênaltis, que classificou Portugal pela primeira vez às semifinais de uma Copa do Mundo em 40 anos. "Estava muito confiante, porque tínhamos treinado e cobrei bem", completou.





Fonte: EFE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/291352/visualizar/