Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Copa 2014
Segunda - 21 de Janeiro de 2013 às 09:38
Por: LISLAINE DOS ANJOS

    Imprimir


Edson Rodrigues/Secopa
Viaduto do Despraiado: obra é uma das mais avançadas
Viaduto do Despraiado: obra é uma das mais avançadas

A menos de um ano e meio da Copa do Mundo no Brasil, metade das obras em execução na Grande Cuiabá não chegou a 50% dos trabalhos a serem feitos. Enquanto as obras de mobilidade urbana – que compreendem construções de pontes, duplicação e pavimentação de ruas e avenidas – se mostram adiantadas, apenas uma das seis construções do pacote de Travessia Urbana (trincheiras e viadutos) chegou à metade de sua execução.

Ao todo, 24 obras se encontram em andamento em Cuiabá e Várzea Grande, entre a Arena Pantanal, a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) – que já tem quatro obras em execução, mas cujo progresso é avaliado em conjunto –, as construções de mobilidade urbana (10) e do pacote de Travessia Urbana (6), a construção dos Centros Oficiais de Treinamento (1) e reparos e adequações no entorno da Arena (5).

Segundo o cronograma elaborado pela Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), e repassado com exclusividade para o MidiaNews, dentre as grandes obras que serão realizadas para o Mundial de Futebol, a mais adiantada é a Arena Pantanal (55%), prevista para ser entregue em outubro deste ano, ao custo de R$ 518,9 milhões.

Em seguida, aparece o Viaduto do Despraiado (50%), uma das obras do pacote de Travessia Urbana – resultado de uma parceria entre o Governo do Estado e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Orçado em pouco mais de R$ 18,9 milhões, a obra executada pelo Consórcio Atracon deverá ser entregue até maio deste ano.

 
Outras três ainda devem ser iniciadas na Capital. Elas estão em fase de licitação e contratação das empresas responsáveis. São elas: restauração e duplicação da Avenida Arquimedes Pereira Lima, conhecida como Estrada do Moinho, cuja licitação teve início em novembro de 2012; construção do Centro de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que teve o edital lançado em dezembro de 2012; e construção da Avenida Parque do Barbado, que terá a obra iniciada no próximo mês.

Além dessas, já estão em andamento as obras da terceira etapa de ampliação e adequação do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, orçado em R$ 77 milhões, e ainda terá início a preparação da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), espaço que será ocupado pelo Fan Park.

Travessia Urbana

A Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, concentra quatro das seis obras de Travessia Urbana: Viaduto do Despraiado e trincheiras da Jurumirim, Verdão e Santa Rosa.

Destas, a Trincheira Santa Rosa é a que menos avançou nos últimos meses, começando o ano de 2013 com apenas 25% das obras concluídas. Com um orçamento de R$ 23,3 milhões, a obra é executada pela Ster Engenharia e teve o prazo de entrega reajustado para setembro deste ano.

Já a construção da Trincheira da Jurumirim, que ganhou o apelido de “trincheirona”, iniciou o mês de janeiro com 30% dos trabalhos concluídos. A obra, que vai custar R$ R4 39,3 milhões, é realizada pelo Consórcio Sobelltar-Secopa e deverá ser concluída até novembro de 2013.

A última trincheira da Perimetral, que dá acesso ao bairro Verdão, irá custar R$ 19,9 milhões aos cofres públicos. A expectativa da Secopa é de que a empresa Ster Engenharia conclua os trabalhos até setembro deste ano. Hoje, a Trincheira do Verdão possui apenas 35% da execução concluída.
 
A quinta obra desse pacote é o Complexo Viário do Tijucal – obra de R$ 30,1 milhões que compreende um viaduto e uma trincheira –, que está sendo erguida na entrada da Capital. O Consórcio EEF, responsável pela construção, já concluiu 18% dos trabalhos.

A sexta obra do pacote de Travessia Urbana está sendo executada em Várzea Grande e possui apenas 2% dos trabalhos concluídos. Trata-se do Viaduto da Dom Orlando Chaves, que deverá ligar a avenida de mesmo nome à Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, passando por cima da Avenida da FEB, na Cidade Industrial. Essa obra está sendo executada pelo consórcio Sanches-Tripoloni, ao custo de R$ 16,7 milhões.

VLT

Com quatro das 12 obras de arte (pontes, viadutos e trincheiras) já em andamento em Cuiabá e Várzea Grande, o Consórcio VLT Cuiabá está com 22% dos trabalhos concluídos, segundo dados da Secopa.

Já estão sendo executadas as construções dos viadutos da UFMT e da MT-040, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, e da Sefaz, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA). Além disso, também está em andamento a construção da Trincheira do Km Zero, em Várzea Grande.

No total, o pacote para implantação do novo modal de transporte em Cuiabá e Várzea Grande custa R$ 1,477 bilhão.

Entorno da Arena

As obras do entorno da Arena Pantanal são necessárias para viabilizar e facilitar o acesso ao estádio, principalmente nos dias de jogos do Mundial de 2014, agendados para terem início no dia 13 de junho.

Das cinco obras em execução, a que se encontra mais adiantada é a ponte que está sendo construída sobre o Rio Pari. Com 90% dos trabalhos concluídos e orçada em R$ 2,9 milhões, ela deverá ser entregue pela empresa Atrativa Engenharia Ltda. em fevereiro deste ano.

Também está avançada a obra de construção da Trincheira da Ciríaco Cândia/Mário Andreazza, com 65% dos serviços prontos, com custo de R$ 5,2 milhões aos cofres públicos. A previsão é que seja entregue em março deste ano pela Ster Engenharia.

 Divulgação
  
Já a obra de duplicação da Estrada da Guarita, feita pela Agrimat Engenharia, alcançou 25% de progresso em janeiro. Ao custo de R$ 29,2 milhões, a Secopa afirmou que a duplicação deverá ser concluída até novembro.

Apenas as obras que estão sob a responsabilidade da empresa Três Irmãos Engenharia e que se referem a pavimentação e restauração das ruas no entorno da Arena pouco avançaram: 12% de pavimentação foi concluída e a restauração não teve o progresso divulgado. Juntas, essas obras somam R$ 12,7 milhões.

Mobilidade Urbana

Das dez obras de mobilidade urbana que estão sendo executadas na Capital, seis já estão com mais de 90% dos trabalhos concluídos, todas com previsão de entrega entre fevereiro e novembro de 2013.

Uma das obras, inclusive, já foi concluída: a ponte sobre o Rio Gumitá, que custou R$ 863,6 mil aos cofres públicos.

Outras três obras se encontram no início dos trabalhos, com progressos variando entre 17% e 25%: a duplicação da Rodovia Mário Andreazza (25%), que tem previsão de entrega para novembro deste ano; a pavimentação da Avenida Itaparica (17%) e a ligação das avenidas Antônio Dorileo e Beira Rio (25%), que têm prazo de entrega agendado para maio deste ano.

COTs

Dois centros de treinamento serão construídos com vistas à Copa do Mundo, sendo um em Cuiabá, no campus da UFMT, e um em Várzea Grande, na Barra do Pari.

Destes, apenas o canteiro de obras de Várzea Grande já está sendo movimentado, com 3% dos trabalhos já realizados. Orçada em R$ 25,5 milhões, a previsão é de que essa obra seja entregue pelo Consórcio Barra do Pari em dezembro deste ano.

Confira abaixo o cronograma de execução das obras em andamento para a Copa de 2014:

Obra

Empresa contratada

Situação de progresso (%)

Valor total da obra

Previsão de entrega

Arena Pantanal

Consórcio Santa Bárbara-Mendes Júnior

55%

R$ 518,9 milhões

Outubro de 2013

Travessia Urbana

Viaduto Dom Orlando Chaves

Sanches Tripoloni

2%

R$ 16.723.705,93

Setembro de 2013

Trincheira Santa Rosa

Ster Engenharia

25%

R$ 23.374.107,80

Setembro de 2013

Trincheira Verdão

Ster Engenharia

35%

R$ 19.968.950,54

Setembro de 2013

Trincheira Jurumirim

Consórcio Sobelltar-Secopa

30%

R$ 39.345.540,47

Novembro de 2013

Viaduto do Despraiado

Consórcio Atracon

50%

R$ 18.974.928,43

Maio de 2013

Complexo Viário do Tijucal

Consórcio EEF

18%

R$ 30.141.135,72

Janeiro de 2014

Veículo Leve sobre Trilhos

Consórcio VLT Cuiabá

22%

R$ 1,477 bilhão

Março de 2014

Trincheira do Km Zero

-

-

-

-

Viaduto da Sefaz

-

-

-

-

Viaduto da UFMT

-

-

-

-

Viaduto da MT-040

-

-

-

-

Mobilidade Urbana

Duplicação da Rodovia Mário Andreazza

Agrimat Engenharia

25%

R$ 22.003.978,00

Novembro de 2013

Duplicação da Ponte sobre o Rio Cuiabá (Mário Andreazza)

Atrativa Engenharia Ltda

90%

R$ 11.485.299,00

Novembro de 2013

Duplicação da Avenida Juliano Costa Marques

Engeglobal Construções Ltda

98%

R$ 2.436.589,99

Fevereiro de 2013

Ponte sobre o Córrego Gumitá

Base Dupla Serviços e Construção Civil

100%






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/30776/visualizar/