Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Meio Ambiente
Quarta - 15 de Março de 2006 às 16:42
Por: Toninho de Souza

    Imprimir


A secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) dará inicio nesta sexta-feira (17/03), em Acorizal, ao projeto de Recuperação e Conservação da Bacia do Rio Cuiabá, desenvolvido em parceria com Ministério Público Estadual, Empaer, Indea, secretaria de Educação (Seduc) e secretaria de Meio Ambiente de Acorizal. Haverá palestras voltadas aos alunos da rede pública de ensino sobre a importância da recuperação do rio e um mutirão para o plantio de árvores nativas às margens do Cuiabá.

O plantio de árvores será feito pelos alunos das redes estadual e municipal e moradores do município, sob orientação e acompanhamento dos técnicos da secretaria de Meio Ambiente. Serão plantadas 4 mil mudas de espécies nativas como Sarã, Ingá, Genipapo e Paineira. As mudas foram cedidas pela Empresa Mato-grossense de Extensão Rural (Emaper).

Fazem parte ainda da programação uma caminhada ecológica feita por autoridades, entre elas o governador Blairo Maggi e o secretário de Meio Ambiente, Marcos Machado, às margens do rio Cuiabá, e a distribuição camisetas e bonés com frases elaboradas pela Superintendência de Educação Ambiental da Sema, chamando a comunidade local para um compromisso de recuperação e preservação da mata ciliar, que tem a função de evitar o processo de erosão do barranco que dá sustentação para a manutenção do leito do rio.

O objetivo desta ação, segundo o secretário Marcos Machado, é recuperar as áreas degradadas pela ação do homem e chamar a atenção não só das autoridades, mas também da população, sobre a necessidade de revitalizar um dos mais importantes rios de Mato Grosso. “Recuperar o rio Cuiabá é a nossa meta, mas só iremos conseguir sucesso se houver o envolvimento de todos. Não apenas órgãos públicos, mas principalmente a sociedade, afinal o meio ambiente não é apenas uma responsabilidade do Estado, mas de todos nós”, diz Marcos Machado.

O plantio de mudas nativas para a recuperação da mata ciliar do rio Cuiabá terá inicio em Acorizal e se estenderá a outros municípios. A próxima etapa do projeto será feita na comunidade Engenho Velho, município de Santo Antonio de Leverger, onde a vegetação nativa às margens do rio também se encontra degradada.

Revitalização

Em novembro do ano passado, a Sema deu inicio ao projeto de Revitalização do Rio Cuiabá, que prevê entre outras ações adequação de dragas e empreendimentos erguidos às margens do rio, como indústrias, chácaras, hortaliças, olarias, hotéis e restaurantes.

A fiscalização que iniciou no distrito de Passagem da Conceição, em Várzea Grande, terminou em Santo Antonio de Leverger. Mais de cem estabelecimentos foram vistoriados pelos fiscais da Sema, entre eles 28 dragas. Quem estava em situação irregular recebeu notificação e um prazo para corrigir o problema.

De acordo com o superintendente de Recursos Hídricos da Sema, Luis Noqueli, a fiscalização irá continuar. Na terceira etapa do projeto, programada para reiniciar daqui a uma semana, os fiscais farão o percurso entre Santo Antonio de Leverger e Barão de Melgaço. A equipe fará a fiscalização até as baias de Siá Mariana e Chacororé, já no Pantanal Mato-grossense.





Fonte: Assessoria/Sema-MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/312556/visualizar/