Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Meio Ambiente
Segunda - 13 de Março de 2006 às 13:33

    Imprimir


Arqueólogos israelenses descobriram vestígios de um povoado que data do século X a.C. e situado nas mesmas escavações onde foram encontrados os restos da cidade bíblica de Caná, na região da Galiléia.

O assentamento encontrado no sítio arqueológico de Kfar Kana, ao norte de Nazaré, existiu na época do reino unido de Salomão e do de Israel, que seguiu à divisão entre ele e a Judéia, entre os séculos IX e X a.C., informou hoje a Direção de Antigüidades de Israel em comunicado.

A diretora das escavações, Yardena Alexandre, afirmou que foram encontrados indícios de que o povoado foi tomado durante o século IX a.C, provavelmente por um povo inimigo.

Os arqueólogos encontraram vasilhas, grande quantidade de ossos de animais e figuras feitas em barro com a imagem de um escaravelho com forma de homem e rodeado por dois crocodilos, assim como um selo com a figura de um leão, símbolo do reino de Israel.

O assentamento existiu durante 700 anos e foram encontrados restos da bíblica Caná, segundo anunciaram os pesquisadores em dezembro de 2004.

Entre as descobertas da época de Cristo destacam-se refúgios em poços subterrâneos, unidos a pequenos túneis que foram aparentemente construídos antes da revolta judia contra os romanos no ano 66 de nossa era.

Após a destruição do povoado, foi abandonado até que colonos no século I o reabilitaram.

A identidade dos residentes deste povoado israelita como judeus galileus está confirmada graças a investigações no terreno, assim como por dados históricos que identificam o assentamento como a "Caná da Galiléia", conhecida por um episódio que narrado no Novo Testamento.

De acordo com os Evangelhos, Caná é o povoado onde Jeses realizou seu primeiro milagre, ao transformar a água em vinho para a celebração de um casamento.





Fonte: EFE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/313167/visualizar/