Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Meio Ambiente
Quarta - 15 de Fevereiro de 2006 às 09:02

    Imprimir


Dois cisnes encontrados mortos na cidade de Rügen, na Alemanha, padeceram de gripe aviária, indicaram exames feitos pelo Ministério de Agricultura do país. Os testes, que serão refeitos em um laboratório da União Européia na Inglaterra, mostraram que os animais estavam infectados com o vírus H5N1, a variante mais letal do vírus que causa a doença.

"Na quinta-feira teremos confirmação do laboratório, mas especialistas com quem eu falei e que fizeram os testes indicaram que muito provavelmente é este vírus muito perigoso", afirmou o ministro da Proteção ao Consumidor da Alemanha Horst Seehofer à rede de TV pública ARD.

O H5N1 também foi detectado em dois cisnes encontrados mortos nas proximidades de Graz, na Áustria, em casos a ser confirmados em análises no laboratório da UE.

Se a existência do vírus for confirmada, a Alemanha e a Áustria se juntarão à Itália e a Grécia na lista dos primeiros países da UE com casos de gripe aviária, todos eles envolvendo cisnes selvagens.

A variante do vírus também já atingiu aves selvagens na Romênia, Bulgária, Ucrânia e Croácia, embora nenhum caso entre seres humanos tenha sido registrado na Europa até agora.

Apelo

O FAO (Fundo de Alimentação da ONU) fez um apelo aos governos da Europa Ocidental para não entrar em pânico por causa do avanço do vírus na região.

Segundo a agência da ONU, o fato de aves migratórias estarem voltando de áreas da África possivelmente contaminadas pode representar um novo risco para a Europa.

A Eslovênia ainda está esperando os resultados de testes de uma ave encontrada morta na fronteira com a Áustria no domingo.

Um homem de 23 anos de idade morreu na Indonésia depois de contrair o vírus da gripe aviária H5N1, o mais letal entre humanos.

Se a Organização Mundial de Saúde (OMS) confirmar os resultados de testes realizados em tecidos do paciente na Indonésia, o número total de mortes por gripe aviária no país subirá para 19.

O homem, que teria trabalhado em um mercado na capital do país, Jacarta, teve contanto com galinhas regularmente.

A OMS calcula que 91 pessoas de sete países já morreram infectadas pelo H5N1 desde 2003.

Quase todas as vítimas fatais tiveram contato direto com aves contaminadas.




Fonte: BBC Brasil

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/318786/visualizar/