Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Cultura
Terça - 11 de Maio de 2004 às 11:08
Por: Marilu Ribeiro

    Imprimir


A Secretaria de Estado de Cultura apresenta nessa terça-feira (11.05), às 20h, na Galeria de Artes da Instituição, o projeto de mapeamento de sítios arqueológicos do Pantanal de Cáceres, resultado de um trabalho de pesquisa arqueológica que desdobrou em várias direções registrando e investigando, além de cultura material, padrões de ocupação, restos funerários e contatos entre distintos povos pantaneiros.

A intenção desse projeto é mostrar a riqueza arqueológica do Pantanal Mato-grossense. O material tem pelo menos 900 anos, já que foi datado do século XI. Apresenta vasilhas cerâmicas e adornos compostos por colares, pingentes e tembetás elaborados sobre matérias primas líticas (rochosas), conchíferas (conchas) e dentes de animais confeccionados pelos Xarayés em tempos pré-coloniais.

Todo esse material foi resgatado durante os trabalhos de escavações realizados no Sítio Arqueológico Índio Grande, em cemitério pré-colonial na margem esquerda do Rio Paraguai, pouco abaixo da histórica Fazenda Descalvados (propriedade particular do século XIX).

A exposição que permanece em cartaz na Galeria de Artes da Secretaria de Estado de Cultura e se estende até o final do mês de maio, em horário comercial, foi organizada pela arqueóloga Maria Clara Meliáceo, do Instituto Homem Brasileiro. A exposição beneficiada pela lei de Incentivo à Cultura, mostra os resultados de um trabalho de parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).




Fonte: Secom - MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/383791/visualizar/