Repórter News - www.reporternews.com.br
Cultura
Sábado - 01 de Maio de 2004 às 21:54
Por: Nelson Francisco/Raquel Teixei

    Imprimir


Foi realizada nesta sexta-feira (30.04), em Chapada dos Guimarães, a apresentação oficial do 20º Festival de Inverno à imprensa. Na oportunidade, o secretário de Turismo do município, Elias Santos e o prefeito Pedro Reindel Fonseca expuseram os objetivos principais do evento neste ano, que é o de resgatar as tradições do festival e estimular a cultura regional. O evento é uma realização da prefeitura local, Governo do Estado e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O 20º Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães será realizado no período de 18 a 27 de junho com o tema “Águas do Cerrado: Nascentes e Mistérios”.

Durante a apresentação do evento à imprensa, o secretário-adjunto de Estado de Comunicação, João Batista Negrão, falou da parceria do Governo na organização do evento, que será realizada por meio do trabalho de diversas secretarias de Estado. “Isso mostra a seriedade do Governo, que pretende resgatar as raízes de um evento desse porte, pois o festival é do povo mato-grossense”, afirmou o secretário.

“Além de fomentar o turismo, queremos apresentar e destacar a nossa cultura regional”, disse o secretário do município de Turismo, Elias Santos. O secretário ressaltou ainda importantes ações já realizadas em outras edições do festival, como a criação do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães. Conforme Elias, durante o período do evento, circulam pela cidade em torno de 200 mil pessoas, gerando uma economia para o município cerca de R$ 5 milhões.

De acordo com definição do Governo do Estado, cada secretaria será responsável e custeará as atividades desenvolvidas conforme sua área de envolvimento e atuação. Segundo Elias, a comissão organizadora do festival pretende dinamizar as atividades e para isso pretende instalar durante o evento uma rádio para transmissão da programação das atividades. “Queremos também valorizar nossos artistas regionais e para isso pretendemos criar somente um palco”, disse o secretário. Em anos anteriores havia um palco principal para as apresentações nacionais e um secundário para os artistas regionais.

Para o prefeito de Chapada dos Guimarães, Pedro Reindel, o festival é uma forte motivação para a economia e valorização da história do município. “O apoio do Governo para o festival é um estímulo para voltar às origens e valorizar também o Estado, além de uma forma de solidificar o turismo em nossa região”, afirmou Reindel.

Conforme dados do projeto do festival, estima-se um investimento de R$ 1,4 milhão para a realização de shows artísticos, atividades e oficinas culturais, concursos temáticos, campanhas educativas, feira de negócios, seminários, esporte, lazer e turismo.




Fonte: Secom - MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/384328/visualizar/