Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Esportes
Terça - 20 de Abril de 2004 às 12:08

    Imprimir


Buenos Aires - A agência argentina de notícias Telam, informou nesta terça-feira que nas análises de urina de Armando Diego Maradona foram encontradas entre 850 e 900 miligramas de cocaína. De acordo com a agência, a informação foi prestada por uma fonte vinculada à equipe médica que trata do ex-jogador, ontem à noite. A fonte afirma que a quantidade encontrada poderia ter provocado graves danos em outra pessoa, mas como se trata de alguém que já usou drogas, Maradona conseguiu suportar.

Ainda de acordo com a fonte citada pela Telam, a preocupação do médicos a partir de agora já nem é mais saber como ele vai reagir depois que ficar sem o respirador artificial. Os médicos temem pela reação do organismo do ex-jogador em relação a abstinência. O médico particular de Maradona, Alfredo Cahe nega que o motivo da internação tenha sido o excesso de consumo de cocaína.

Maradona sofre de hipertensão aguda e problemas cardíacos. Ele está internado na Clínica e Maternidade Suíço-Argentino, em Buenos Aires, desde o final da tarde de domingo. É mantido sedado numa sala de terapia intensiva e respira por meio de aparelhos. Um boletim médico sobre o estado de saúde do astro argentino deverá ser divulgado no início da tarde.




Fonte: Estadão.com

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/385459/visualizar/