Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Terça - 16 de Março de 2004 às 11:02
Por: Rubens de Souza

    Imprimir


Tudo que se fala em termos de discussão interna, diálogo e debate no PPS não passa de jogo de cena. O candidato do partido para disputar a sucessão de Roberto França já está definido. De zero a dez, é dez para o deputado Sérgio Ricardo. É pelo menos o que garante o secretário-geral do PPS, vereador Ivan Evangelista, ao perambular pela reunião dos partidos aliados convocada para discutir a sucessão em Cuiabá. “Isso não vai demorar para ser oficializado” – disse.

É pouco? Não! Convicto, Ivan Evangelista garantiu que o candidato a vice sairá do PMDB. Isso só não vai acontecer se o próprio PMDB não quiser, segundo o político e dirigente partidário. “O PMDB tem prioridade” – disse. Ao PFL, que vem procurando dialogar a questão, caberá apenas e tão somente, segundo ele, “ajudar a governar a cidade”. No caso, indicando nomes para alguma secretaria ou secretarias, em número ainda a ser negociado.

Com isso, Ivan Evangelista colocou por terra a intenção do prefeito Roberto França e do próprio presidente do PPS, Cláudio Pires, de tentar evitar uma cisão no partido. A exposição de apoio feita pelo deputado Sérgio Ricardo na semana passada, acirrou os ânimos. O próprio Ivan assinou apoio a Ricardo. O pré-candidato a prefeito, deputado Carlos Brito, anunciou sua retirada do diálogo e prometeu levar a disputa para a convenção – o que significa o “racha”.

Tanto Roberto França como Cláudio Pires apelaram para que Brito voltasse atrás na sua decisão e partisse para o debate interno. No dia 23, está agendada uma reunião entre os dois postulantes. França e Pires apelaram inclusive para a maturidade política do parlamentar e ex-secretário chefe da Casa Civil. Brito respondeu que não é ingênuo.

O presidente do PPS em Cuiabá, que vem conduzindo o processo de discussão, assinalou que o partido ainda está em fase de discussão de candidatura e não poderia dar qualquer definição neste momento. Ele, no entanto, concorda numa rápida definição. Ou seja: Pires não trouxe novidades a não ser uma: que a discussão também se dá em caráter externo – ao contrário daquilo que vinha sendo até então falado.




Fonte: 24 Horas News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/387310/visualizar/