Repórter News - www.reporternews.com.br
Copa 2014
Quarta - 04 de Junho de 2014 às 23:48

    Imprimir


Apesar dos canteiros das obras inacabadas e do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) distante se tornar realidade, o secretário extraordinário da Copa, Maurício Guimarães, afirmou na manhã de hoje (4), que o Governo está alinhado no sentido de mostrar, à população e aos turistas que virão assistir aos jogos a cultura, o folclore e o “bem receber” dos mato-grossenses. “Nós estamos alinhados para passar à sociedade e aos visitantes o resultado do trabalho que foi feito até aqui”, disse.

Neste sentido, garantiu que todas as obras de mobilidade entre o aeroporto Marechal Rondon e a Arena Pantanal estarão funcionando em sua totalidade durante a realização do evento esportivo, que começa daqui a 8 dias. Assegura ainda que a Trincheira do Verdão estará pronta e que a Secopa fará esforço adicional para liberar a outra pista da Trincheira do Santa Rosa até o dia 10.

Maurício Guimarães destaca que a gestão está preocupada, ainda, em que verificar, nesta reta final, quais pontos precisam de melhorias na mobilidade e sinalização “para que todos possam ir e vir de forma muito tranquila entre Cuiabá e Várzea Grande”. Um dos focos será a saída do aeroporto e o Centro da Capital. “São só ajustes e a finalização do que foi planejado”, comenta.

As afirmações foram feitas após cerca de duas horas de reunião entre o secretário, o governador Silval Barbosa (PMDB), os prefeitos Mauro Mendes (PSB) e Walace Guimarães (PMDB). Em seguida, o chefe do Executivo estadual recebeu em seu gabinete deputados estaduais para dar sequência aos encontros com membros dos três poderes.

Presente na reunião, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) não economizou críticas às declarações de Maurício Guimarães. Sobre a afirmação de que as obras funcionarão totalmente entre o trecho aeroporto – bairro Porto, o democrata classifica como falta de respeito. “O que ele deveria [fazer] era pintar o meio-fio e jogar um pouquinho de capa asfáltica para pelo menos ter decência para a população passar. Qualquer turista que vir vai achar que teve uma guerra aqui”, disparou.

O parlamentar diz que o Governo prometeu demais e que não houve planejamento para a execução das obras. Para ele, “bastava ter se calado” e dito que faria o que pudesse para atender as demandas da Copa do Mundo. 





Fonte: RD News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/396523/visualizar/