Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Policia MT
Sexta - 06 de Fevereiro de 2015 às 12:16

    Imprimir


Dois homens confessaram serem autores do latrocínio que vitimou Louirdes Dias Ferreira, o Didi, 42 anos. Eles foram presos ontem pela Polícia Civil, em Cuiabá. Ferreira era dono de um lava-jato no bairro Coophema e foi morto durante uma tentativa de assalto no estabelecimento. A polícia busca agora o terceiro envolvido, que está foragido.

Eder Willian de Lima, 40, conhecido como “Eder Jagunço”, e Denner Jardel Scarcella Gomes, 19 anos, o “Cascão”, foram presos no bairro Parque Cuiabá, onde ambos residem.

Conforme a delegada responsável pelo caso, Nubya Beatriz Gomes dos Reis, os homens foram identificados por meio do depoimento das testemunhas, que procederam ao reconhecimento pessoal dos bandidos e do carro utilizado no dia do crime, um Opala. Eder já havia assaltado o empresário, em 2013, levando outro veículo do local.

Na casa de Eder, os policiais encontraram várias trouxas de pasta base de cocaína que seriam comercializadas, além de uma balança de precisão e outros materiais que serviam para embalar o entorpecente. Além de latrocínio, ele foi autuado por tráfico de drogas.

Na delegacia, eles confessaram o crime e ainda detalharam a participação individual de cada um. A polícia destacou a riqueza de detalhes explicada pela dupla.

No dia 16 de janeiro de 2015, Eder, Cascão e Raimundo Carvalho Rocha Junior, o “Raimundão”, combinaram de roubar uma salão de beleza da região, mas como o local estava fechado, partiram para o lava-jato.

Segundo eles, a ideia surgiu após verem uma caminhonete Hilux estacionada no local. Armados, Denner e Raimundo entraram para levar o carro, mas como havia muitas pessoas no local, disfarçaram antes e pediram um copo de água.

Quando Didi percebeu que se tratava de um assalto, tentou segurar a mão de um dos bandidos, começando uma luta corporal. Denner conseguiu sacar a arma e efetuou dois disparos contra o empresário.

Didi já estava no chão, quando de forma fria, Raimundo voltou e deu o terceiro tiro na cabeça dele. O empresário morreu no local. A dupla fugiu em seguida, em um Opala preto, que estava sendo dirigido por Eder. 





Fonte: Do DC

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/408223/visualizar/