Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Meio Ambiente
Sexta - 09 de Abril de 2021 às 17:39
Por: Por G1 MT

    Imprimir


Entidades ligadas ao meio ambiente alertam para riso de incêndios no Pantanal — Foto: SOS Pantanal/Divulgação
Entidades ligadas ao meio ambiente alertam para riso de incêndios no Pantanal — Foto: SOS Pantanal/Divulgação

Entidades ligadas ao meio ambiente, como o Observatório Pantanal e SOS Pantanal, emitiram um comunicado alertando que os incêndios ocorridos no bioma em 2020 podem se repetir ou até se intensificar em 2021, caso as medidas de prevenção não sejam tomadas com urgência.

No documento, as instituições recomendam a formação e manutenção de brigadas de combate ao fogo, compra de equipamentos adequados, antecipação na contratação e mobilização do Prevfogo, campanhas de orientação às comunidades pantaneiras e identificação e punição dos responsáveis.

As reivindicações foram descritas em uma carta assinada pelo Observatório Pantanal e distribuída, nessa quinta-feira (8), a parlamentares, e representantes do Executivo como o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto França, e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux.

Entre outras recomendações, levadas ao Congresso Nacional por institutos de pesquisa, governos, universidades e organizações da sociedade civil, às quais o Observatório Pantanal ratifica, estão ainda a suspensão de licenças para implantação de novas pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) na Região Hidrográfica do Paraguai e a aquisição de equipamentos e aeronaves.

Incêndio no Pantanal em 2020 pode se repetir neste ano — Foto: JN

Incêndio no Pantanal em 2020 pode se repetir neste ano — Foto: JN

Além disso, o Observatório pede o treinamento de efetivo das Forças Armadas em técnicas de controle de incêndios florestais, a destinação de recursos orçamentários para a realização de pesquisas, pelas instituições oficiais, sobre prevenção de fogo, recuperação ambiental, recursos hídricos, serviços ecossistêmicos e temas afins no bioma Pantanal.

O documento também foi enviado ao diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza e autoridades regionais, dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, relacionadas à área de combate ao fogo.

O Observatório Pantanal informou que está realizando doações de equipamentos e cursos de capacitação para os integrantes das brigadas de combate ao fogo do Pantanal.

Fotos mostram antes e depois da Rodovia Transpantaneira ser atingida pelos incêndios no Pantanal de MT em 2020 — Foto: Drone Cuiabá/Divulgação

Fotos mostram antes e depois da Rodovia Transpantaneira ser atingida pelos incêndios no Pantanal de MT em 2020 — Foto: Drone Cuiabá/Divulgação

Incêndios em 2020

Conforme levantamento feito pelas instituições, em 2020, o Pantanal perdeu para o fogo área semelhante a do estado do Rio de Janeiro – 38.600 km². O fogo consumiu desde campos naturais até florestas, em escala sem precedentes em todo o histórico de monitoramento do bioma.

Foram mais de 22 mil focos de calor, cuja maioria, segundo depoimentos colhidos no Senado, foram provocados intencionalmente sem que houvesse qualquer punição. Uma perda significativa de biodiversidade e de modos de subsistência de comunidades.

Incêndios criminosos sem responsabilização também ocorreram em 2019, quando foram consumidos 18 mil km² só na porção brasileira do Pantanal. Ninguém foi punido, apesar das cobranças às autoridades e das manifestações internacionais.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/442005/visualizar/