Repórter News - www.reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Quarta - 26 de Maio de 2010 às 08:25
Por: Joanice de Deus

    Imprimir


Aproximadamente 50% das 715 escolas da rede estadual de ensino, o que representa 357 unidades, não têm bibliotecas escolares em Mato Grosso. A afirmação é do presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), Gilmar Soares Ferreira.

Ontem, o Diário Oficial da União publicou a Lei 1.244/2010, que obriga todas instituições públicas e privadas de ensino do país terem uma biblioteca. “Por mais que Mato Grosso avançou nos últimos anos em relação à estrutura física, ainda tem uma grande carência de bibliotecas”, afirmou destacando que a deficiência é maior ainda nas unidades municipais do Estado.

A lei determina toda escola tenha um acervo de livros nas bibliotecas de pelo menos um título por aluno matriculado, conforme notícia veiculada pela Agência Brasil. Cabe à instituição adaptar o acervo de acordo com as necessidades, promovendo divulgação, preservação e funcionamento das bibliotecas escolares.

As escolas terão até dez anos para instalar os espaços destinados aos livros, material videográfico, documentos para consulta, pesquisa e leitura.

Soares entende que a biblioteca deve funcionar como um apoio para a função educativa e contribuir para a formação de alunos críticos. Porém, a realidade tem sido outra. “Muitas vezes os acervos ficam amontoados ou são colocados em espaços que não oferecem condições de leitura ou aprendizagem”, disse.

Além de várias unidades não disponibilizarem o espaço ou de não terem a estrutura física adequada, conforme Soares, em muitas delas falta o profissional habilitado para a conservação e organização do acervo e do ambiente de leitura e pesquisa. “Falta pessoal e um profissional é importante para dar continuidade ao trabalho do professor, que nem sempre tem condições de acompanhar o aluno”, frisou.

Conforme Soares, a nomeação de candidatos aprovados para a área no concurso público realizado este ano pelo governo do Estado é uma das reivindicações do Sintep.

Já a gerente de Projetos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Gláucia Ribeiro, afirma que das 715 unidades, mais de 400 têm bibliotecas escolares. Ela garantiu que os governos federal e estadual possuem políticas para a criação ou abertura do espaço por meio de programas como o Fundo Nacional (FNDE) e o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). “À medida que a escola consegue disponibilizar o espaço físico, elas vão recebendo os livros e os materiais que o corpo docente julgar necessário”, informou.

Gláucia Ribeiro citou, por exemplo, que neste ano 685 exemplares encaminhados pelo Ministério da Educação (MEC) serão ou estão sendo distribuídos para os ensinos fundamental e médio. “Temos certeza que menos antes de 10 anos teremos todas as nossas escolas com bibliotecas”, disse acreditar.

AVALIAÇÃO – Outra medida anunciada pelo governo federal no setor da Educação diz respeito à qualidade do trabalho dos professores. O MEC vai colocar a prova os profissionais que estiverem ingressando na carreira, por meio de um exame anual que pretende avaliar “conhecimentos, competências e habilidades imprescindíveis à vida docente, ao mundo do trabalho e ao exercício da cidadania”. A medida também foi publicada no Diário Oficial da União de segunda-feira.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/130662/visualizar/