Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Saúde
Quarta - 05 de Novembro de 2008 às 13:40

    Imprimir


Alimentos à base de soja têm sido associados a vários benefícios para a saúde, mas talvez nenhum deles tão atraente quando a possibilidade de diminuir o colesterol.

Essa idéia foi solidificada em 1999, quando a FDA (agência que regula drogas e alimentos nos EUA) permitiu que empresas anunciassem que 25 gramas de proteína de soja por dia, em uma dieta rica em gordura saturada e colesterol, "podem reduzir o risco de doenças cardíacas". O órgão avaliou estudos – incluindo uma análise financiada pela indústria e publicada no "The New England Journal of Medicine" em 1995 – e concluiu que a proteína de soja poderia reduzir o colesterol.

Mas desde então estudos realizados têm levantados dúvidas. Em 2006, um painel consultivo da Associação Americana do Coração analisou uma década de estudos e determinou que produtos de soja não tinham efeitos significativos sobre o HDL (o colesterol "bom") ou triglicerídeos, e pouca ou nenhuma capacidade de diminuir o colesterol "ruim", ou LDL. Outro estudo, publicado em agosto no "The American Journal of Clinical Nutrition", descobriu que consumir 24 gramas de proteína de soja por dia não tinha nenhum "efeito significativo no LDL do plasma" em pessoas com colesterol moderadamente elevado.

No entanto, o tema ainda está longe de uma definição. Outra linha de pesquisa mostra que a soja parece ajudar quando combinada com comidas com baixo teor de gordura e alto teor de fibra e componentes chamados de esteróides vegetais – em outras palavras, uma dieta saudável em geral.

Ou seja, existem evidências de que a soja pode melhorar o colesterol, mas isso ainda não está claro.





Fonte: TVCA com G1

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/170200/visualizar/