Repórter News - www.reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Quarta - 05 de Dezembro de 2007 às 13:09
Por: Ney Santana

    Imprimir


Papai Noel veio mais cedo e em dose dupla para alunos, professores e direção da Escola Estadual Nilce Maria de Magalhães, localizada no bairro Buriti, em Diamantino. Um projeto desenvolvido há oito anos na escola ganhou o primeiro lugar no “Programa de Educação para o Trânsito e Obra Técnica”, idealizado e promovido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

A notícia, que deixou eufórica toda a comunidade escolar, veio acompanhada de outra também muito importante: a confirmação de que, a partir de 2008, a Nilce Maria de Magalhães oferecerá laptop (computadores portáteis) para todos os alunos, da alfabetização à oitava série. A escola foi uma das cinco do Mato Grosso selecionada pelo Ministério da Educação (MEC) para receber o projeto digital.

Acompanhada pela coordenadora Elza Costa Monteiro e pela secretária Elaine Clarice Hennrich, a diretora da escola, Eloína da Silva Genro, não cabia em si de contentamento. “Não são conquistas só dos alunos, mas de todos os profissionais de educação envolvidos aqui”, afirma, acrescentando que o primeiro lugar obtido no concurso nacional representa “uma honra”. “Ainda estamos em estado de graça, porque, por incrível que pareça, quando acontece um prêmio dessa natureza, a gente nem acredita”.

Mentora intelectual do projeto de educação no trânsito, a professora Elza destaca a forma multidisciplinar de aprendizado como um dos trunfos para que a atividade fosse sucesso entre os alunos. “Procuramos, junto com o conhecimento sobre o trânsito, passar também noções de matemática, português, história. E tudo de forma lúdica, ou seja, ensinando como se fosse uma grande brincadeira”, explica.

O maior obstáculo para que o projeto fosse desenvolvido, segundo Elza, é a falta de recursos. “Para confeccionar uma placa, por exemplo, há um custo, que acaba atrapalhando, mas não impossibilitando”, disse, ressaltando que, nesse processo, conta muito a improvisação. “Aproveitamos muito material reciclável, como caixas de papelão, garrafas pet. Os garotos até já montaram uma auto-pista para testar os conhecimentos”, relembra.

A professora Elaine Rosa de Oliveira Arruda atesta o sucesso do projeto. “Fica mais fácil de ensinar e também de aprender”, garante, aproveitando para incentivar os alunos que estavam na sala de aula a mostrarem um pouco do conhecimento, com músicas do cotidiano adaptadas para o tema, ou seja, trânsito. E a garotada dá conta do recado.

Incentivo à educação

Mais de 100 mil trabalhos concorreram no concurso promovido pelo Denatran, que foi dividido em três fases: municipal, estadual e federal. Durante as duas primeiras fases o Departamento distribuiu mais de 400 prêmios. Na última fase os vencedores em primeiro lugar receberão R$ 4 mil, além de placas e certificados.

Como incentivo à promoção da educação para o trânsito, o Denatran também premia os professores dos alunos vencedores em 1° lugar e as instituições de ensino onde estão matriculados. Neste ano todos os inscritos no concurso receberão em casa um certificado de participação. A solenidade de entrega dos prêmios será em Brasília, no dia 12 de dezembro, com a presença do ministro das Cidades, Marcio Fortes de Almeida, e do diretor do Denatran, Alfredo Peres da Silva.





Fonte: O Divisor

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/195534/visualizar/