Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Saúde
Terça - 21 de Agosto de 2007 às 09:15

    Imprimir


Um vírus comum que causa resfriados pode também ser um fator de obesidade, segundo um estudo que oferece nova evidência de que os problemas de peso podem ser contagiosos. O adenovírus-36 (Ad 36) já foi associado como causa de ganho de peso em animais mas, com esta pesquisa, cientistas mostraram pela primeira vez que também pode causar um aumento de peso em humanos.

A descoberta poderia acelerar o desenvolvimento de uma vacina ou medicação antiviral para ajudar a combater o ganho de peso, aliada à dieta e a exercícios. “Não estamos dizendo que um vírus é a única causa da obesidade, mas o estudo acrescenta evidências de que alguns casos podem envolver infecções virais”, informou Magdalena Pasarica, especialista em obesidade do Pennington Biomedical Research Center da Universidade do estado de Louisiana, em Baton Rouge.

Um estudo prévio havia encontrado provas de que quase um terço das pessoas obesas estão infectadas com o vírus, contra aproximadamente uma em cada 10 pessoas magras. Experiências de laboratório mostraram que o vírus parece promover a formação de células de gordura através de células-tronco. A equipe tomou células-tronco adultas do tecido adiposo de pacientes que passaram por uma liposucção, um procedimento para retirar a gordura do corpo, e expuseram uma parte ao Ad-36.

Depois de uma semana de crescimento em laboratório, a maior parte das células-tronco infectadas com o vírus se desenvolveram em células gordurosas, enquanto que as células que não estiveram em contacto com o vírus não se modificaram. Não está claro quanto tempo o vírus fica no sistema humano ou se este efeito prossegue depois que o corpo se libera do vírus, indicaram os cientistas. Um estudo realizado em animais concluiu que continuavam obesos até seis meses depois de debelada a infecção.

“Nem todas as pessoas infectadas desenvolverão a obesidade”, estimou Pasarica. “Gostaríamos de identificar os fatores subjacentes que predispõem algumas pessoas obesas a este vírus e eventualmente encontrar uma maneira de tratá-lo”. Pasarica apresentou os resultados de seu estudo numa reunião da American Chemical Society en Boston.





Fonte: Redação/Correio Web

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/210702/visualizar/