Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Policia MT
Sexta - 19 de Abril de 2013 às 07:58

    Imprimir


Três homens foram presos pela Polícia Judiciária Civil, na quarta-feira (17), em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), durante investigações de furtos ocorridos na cidade. O acusado Júlio César dos Santos, de 28 anos, conhecido como “Julião”, foi preso em flagrante pelo crime de furto qualificado. José Otaviano Anastácio, conhecido como “Nikita”, de 21 anos, e Bonfim Alves de Souza, de 24 anos, foram autuados pelos crimes de receptação. 

 
 
As investigações iniciaram com registro do furto de um estabelecimento comercial na noite de 13 de abril. Dois suspeitos invadiram o comércio e subtraíram um computador e um veículo Gol. Nas diligências, policiais civis conseguiram localizar o veículo sem os quatro pneus e o computador, escondidos em um matagal próximo a estrada de acesso ao aeroporto da cidade. 



 
O acusado “Julião” foi identificado como autor do furto, juntamente com o comparsa Bruno Malaquias, de 19 anos. Segundo as investigações, os acusados estavam desmanchando o veículo para vender as peças. Ao descobrirem que a Polícia Civil investigava o caso, os acusados fugiram da cidade. 

 
 
Na madrugada do dia 17 de abril, “Julião” praticou outro furto. O acusado utilizou uma marreta para quebrar a porta de vidro de uma loja de celulares, de onde furtou 11 aparelhos. Os celulares foram distribuídos para usuários de drogas e receptadores, que venderam os equipamentos. 



 
Em diligências na madrugada, os investigadores conseguiram realizar a prisão do acusado juntamente com dois receptadores. Eles estavam em posse de sete celulares furtados da loja. 

 
 
Em depoimento ao delegado Michael Mendes Paes, o suspeito “Julião” confessou a autoria do assalto na loja de celulares, mas negou o furto do veículo. Segundo o acusado, o suspeito “Bruno” praticou o crime sozinho e ele estava apenas vendendo as peças do veículo. 

 
 
Policiais civis continuam as diligências em buscas do suspeito “Bruno”. Os acusados foram conduzidos à Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte (1.125 km a Nordeste). 





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/22206/visualizar/