Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Saúde
Quinta - 30 de Março de 2006 às 15:12

    Imprimir


Até então na presidência do MT Saúde, Yuri Bastos Jorge se desincompatibilizou nesta quinta-feira (30/03) para concorrer a uma vaga de deputado estadual. Em seu lugar assume Augusto Amaral, que já prestou consultorias para o plano e é ex-diretor executivo da Unimed Cuiabá.

Depois de uma visita a hospitais que prestam atendimento aos assegurados pelo MT Saúde, o governador Blairo Maggi disse estar feliz com a satisfação dos servidores públicos estaduais com o atendimento médico recebido. “A definição de Augusto Amaral para presidir o plano é eminentemente técnica, para dar continuidade ao trabalho que vem sendo feito. As alterações que forem feitas serão para melhorar o que já se tem“, disse Maggi.

O governador ressaltou que a criação do MT Saúde foi uma medida ousada frente ao atendimento de saúde que anteriormente era prestado aos servidores pelo extinto Instituto de Previdência de Mato Grosso (Ipemat), que custava cerca de R$ 1,9 milhão mensais. “Com pouco mais de dois anos de funcionamento, o gasto com o atendimento aos servidores o MT Saúde é em média de R$ 900 mil para atender 40.000 segurados”, afirmou Maggi. “É um plano de saúde que tem disciplina e organização, que faz com que o servidor tenha a quem recorrer em um momento de dificuldade. Não é fácil ficar doente de madrugada e não ter com quem contar. Segurado nosso é respeitado”, concluiu o governador.

Para Yuri Bastos, o sucesso que o MT Saúde alcançou superou todas as expectativas. “Quando assumimos o Ipemat, era para fazer uma faxina, não tínhamos a idéia inicial de criar o plano de saúde. Mas a partir do momento em que surgiu o projeto do MT Saúde recebemos todo o apoio do governo. Contamos com uma extrema determinação pessoal do governador Blairo Maggi e o MT Saúde passou a fazer parte de agenda de compromisso do governo com o servidor público”, completou.

O novo presidente do MT Saúde, Augusto Amaral, disse se sentir privilegiado por, a partir de agora, compor o governo Blairo Maggi. “É uma grande responsabilidade suceder o Yuri Bastos, que deixou o MT Saúde como um céu de brigadeiro. Faremos tudo para dar continuidade ao processo. O servidor não pode sofrer descontinuidade no seu plano de saúde, e o MT Saúde é um exemplo de continuidade”, concluiu.

Atendimentos

Em 2005, foram realizados 324.933 procedimento médicos. A rede credenciada de médicos cobre 50 municípios de Mato Grosso e o atendimento dos casos de urgência e emergência já pode ser realizado em outros estados.

Os assegurados também contam com o sistema de atendimento Home Care, que consiste no tratamento do paciente em domicílio. O servidor público conveniado também dispõe de uma rede de dentistas credenciados em vários municípios, que oferece desconto de 50% nos procedimentos.





Fonte: Secom-MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/308786/visualizar/