Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quarta - 05 de Maio de 2004 às 12:59
Por: José Luiz Laranja

    Imprimir


O novo diretor-regulador da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager), Gabriel Matos será o sabatinado pelos deputados na sessão desta quinta-feira (06) às 8hs, na Assembléia Legislativa. Além de Gabriel, também participarão da sabatina, mais dois nomes indicados pelo governador Blairo Maggi (PPS) para compor a diretoria; Antônio Gabriel das Neves Muller e Pedro Paulo Carneiro Nogueira. Caso sejam aprovados na sabatina, farão parte do grupo de fiscais do órgão.

Gabriel da Silveira Matos, 31 anos, paulistano, formado em direito pela Universidade de São Paulo (USP), trabalhou no segundo Tribunal de Alçada Civil de São Paulo, na Procuradoria Regional da República Criminal em São Paulo, e, também, em escritórios de advocacia na capital Paulista, em Ribeirão Preto e Cuiabá.

Ex-professor da Universidade de Cuiabá (Unic), foi o representante do governo de transição perante a Ager desde novembro/2002, permanecendo na diretoria do órgão até a presente data. “O cargo é indicação do governador e somos sabatinados pelos deputados. Essa sabatina é de caráter pessoal, sem, no entanto, dados aprofundados da Ager”, explicou Gabriel.

Além de Gabriel, também serão sabatinados pelos deputados Antônio Gabriel das Neves Muller, cuiabano, de 42 anos, bacharel em direito e administração de empresas, vice-presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, ex-juiz classista na Justiça do Trabalho, empresário rural e do ramo de construção civil.

Já, Pedro Paulo Carneiro Nogueira é engenheiro eletricista (especialista), professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e consultor na área de energia. O atual diretor regulador, Diogo Egídio Sachs, exercerá o cargo de diretor ouvidor, no lugar de Claudemir Mingorance que deixou a Agência Reguladora na semana passada. Os novos diretores serão sabatinados pela Assembléia Legislativa na próxima semana.

Atualmente, a Ager conta com apenas 30 fiscais em todo Estado, e segundo Gabriel, o órgão possui algumas deficiências para fiscalizar todos os municípios. “Precisamos de mais quatro veículos, sendo um para Sinop e o outro em Rondonópolis, além há falta de recursos que estamos viabilizando junto ao Governo”, lembra o novo diretor-regulador.

Um dos pontos importantes citados por Gabriel nos últimos anos de fiscalização da Ager recaem sobre a energia elétrica, transporte, MT-Gás e hidrovias. “O transporte melhorou muito junto com a energia elétrica e as hidrovias, isso comprova que o cidadão está mais próximo da Ager para ajudar a fiscalizar”, justificou Gabriel, explicando também que no ano passado, a Agência recebeu mais de 12 mil ligações no Estado e a energia o setor com maior número de reclamações.




Fonte: Assessoria/AL

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/384033/visualizar/