Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Tecnologia
Terça - 02 de Março de 2004 às 16:34

    Imprimir


A Oracle anunciou que vai recorrer da decisão da Justiça dos Estados Unidos, que na semana passada considerou ilegal a fusão da companhia com a PeopleSoft, outra fabricante de programas para o mercado corporativo. Segundo a empresa, a decisão "não tem base em fatos ou na lei".

De acordo com o site britânico "vnunet.com", a Oracle, por meio de um comunicado, classificou como "irreal" a decisão. A empresa, que está disposta a pagar US$ 9,4 bilhões pela PeopleSoft, agora pretende provar que está certa nos tribunais.

O Departamento de Justiça norte-americano disse que a compra da PeopleSoft pela Oracle "eliminaria a concorrência entre os dois principais provedores americanos de software de gestão financeira e de recursos humanos das empresas".

Isso, disse o departamento por meio de comunicado, "resultaria em preços mais elevados, menos inovação e opções" para os clientes, sobretudo agências governamentais.




Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/387514/visualizar/