Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Saúde
Segunda - 24 de Outubro de 2011 às 14:19

    Imprimir


O reumatismo é uma doença que atinge preferencialmente as articulações e, segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), mais de 15 milhões de pessoas sofrem deste mal em suas diversas formas. E é justamente pelo fato de existirem várias formas de doenças reumáticas que o Into aproveita a data para alertar sobre a necessidade do diagnóstico correto e precoce para um tratamento de sucesso. A dor na coluna pode ser sinal de reumatismo. 

Neste caso, de acordo com a reumatologista do Into Maria Isabel Bordallo, pacientes que sentem dores lombares que se estendem aos membros inferiores devem estar atentos à possibilidade de se tratar de uma doença reumática. Geralmente as espondiloartrites, nome dado a este grupo, atinge mais o sexo masculino, com idade inferior a 40 anos; piora com repouso e melhora com atividade física. E justamente por conta deste perfil, é bem demorado o diagnóstico da doença.  “A pessoa quando sente esta dor recorre a um antiinflamatório ou analgésico e como melhora, pensa que está resolvido”, descreve. No entanto, se o incômodo for constante e durar por mais de três meses, é caso de investigação.

O processo inflamatório persistente pode se estender por toda coluna vertebral e acometer as articulações como coxofemurais, ombros, joelhos, tornozelos e outras. “Sem diagnóstico e tratamento adequado pode haver perda dos movimentos, com necessidade de intervenções cirúrgicas e colocação de próteses articulares”, esclarece. A reumatologista afirma que para evitar a progressão da doença e a necessidade de procedimentos complexos, o paciente não deve tardar a buscar ajuda profissional.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/71529/visualizar/