Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Quarta - 04 de Abril de 2007 às 21:24

    Imprimir


Diferentes campi da Universidade do Estado de Mato Grosso submeteram seis propostas de programas de mestrado, sendo cinco acadêmicos e um profissionalizante, à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Os projetos foram encaminhados à Capes em resposta ao edital para abertura de novos cursos stricto sensu em todo o País.

Na modalidade de mestrado acadêmico, foram estruturadas propostas nas seguintes áreas:

“Diversidade Biológica e Sustentabilidade” encaminhado por professores do campus universitário de Alta Floresta, tendo como coordenadora a professora Dr. Célia Regina Araújo Soares, fica vinculado ao Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas (ICSA). Em “Geografia”, ficaria sediado no campus de Cáceres e tem como coordenadora a professora Dr. Céllia Alves da Souza. O mestrado acadêmico em “Zootecnia” foi submetido por docentes de Pontes e Lacerda e é coordenado por Dr. Luiz Juliano Valério Geron. “Agrossistemas”, também encaminhado pelo campus de Cáceres, traz como coordenadora a professora Dr. Zulema Figueredo Netto. Pesquisadores de Nova Xavantina, propuseram curso em “Ecologia e Conservação” coordenado pela Dr. Helena Soares Ramos Cabette.

Já na modalidade profissionalizante, a Unemat apresentou programa em “Avaliação Ambiental Estratégica” com ênfase em planejamento e território na Bacia do Alto Paraguai. A oferta seria possibilitada por parceria firmada com Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS).

As propostas serão avaliadas por um conselho técnico científico da Capes, a partir de requisitos gerais e específicos definidos para cada área. Dentre as exigências, são considerados o comprometimento institucional, a competência técnico-científica na área do curso, definição adequada da proposta, corpo docente qualificado, produtivo e suficiente para garantir a qualidade e estabilidade do curso, além da infra-estrutura de ensino e pesquisa.

O resultado ainda não tem data de divulgação prevista. Entretanto, a submissão das seis propostas representa um possibilidade de avaliação externa da Unemat. “Independentemente de termos cursos aprovadas ou recomendadas, teremos uma radiografia dos nossos profissionais, do nível dos programas apresentados e, também, do que precisamos para atingir o idealizado pela pela Capes”, avalia o coordenador de stricto sensu, professor Lauro José da Cunha.

“Essas propostas são resultado de discussões e articulações de grupos de pesquisa em diferentes campi da Unemat. É importante construir movimento e cultura de mestrado e doutorado na Instituição. É o caminho para sabermos de nossas potencialidade e onde devemos melhorar e investir”, disse Carolina Joana da Silva, Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação- órgão institucional responsável por certificar as propostas encaminhadas à Capes.

O fortalecimento da pós-graduação faz parte da política desta nova administração e atende a um esforço do Governo do Estado que investiu na construção de oito centros de pesquisa na Unemat, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat). “Estas obras trazem a infra-estrutura necessária para abrigar pesquisas de nosso doutores, além de representar a possibilidade de compor uma contrapartida para outras agências de fomento”, explicou o Reitor Taisir Karim.

O foco da administração vai ao encontro das metas propostas pelo Conselho Estadual de Educação do Estado de Mato Grosso. Para a manutenção do credenciamento da Instituição enquanto universidade, a Unemat deverá ofertar três cursos de pós-graduação em nível de mestrado e um de doutorado, até o ano de 2009.





Fonte: 24 Horas News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/233691/visualizar/