Repórter News - www.reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Terça - 03 de Abril de 2007 às 09:06

    Imprimir


Em sua segunda edição, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas  OBMEP 2006  contou com mais de 14,1 milhões de estudantes em todo o País. Um aumento na participação de 35% em relação ao primeiro ano da olimpíada. As inscrições para as provas deste ano começam nesta segunda-feira (02/04) e vão até 18 de maio. Todos os alunos de 5ª a 8ª séries e do ensino médio podem participar. A novidade agora é que a inscrição será feita apenas pela internet.

Na edição passada, todos os estados brasileiros participaram da competição, num total de 32.603 escolas. No início do projeto, em 2005, a meta inicial de envolver 5 milhões de alunos, foi largamente ultrapassada. Na época, a olimpíada contou com a participação de 10,5 milhões de inscritos, em 31.028 escolas de 5.197 municípios.

Para o ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, a olimpíada é uma grande contribuição para o futuro dos jovens e do Brasil, podendo contar com mais engenheiros e matemáticos qualificados. Uma iniciativa como esta é uma contribuição inestimável para o futuro da nação. Quando o aluno lê e é ensinado, ele sente que tem o domínio, consegue formular questões. A olimpíada apresenta um desafio, e a competição os estimula a aprender e, na medida em que eles aprendem, têm mais vontade. E isso não é importante só para a matemática, mas para todos os campos da ciência, ressaltou Rezende.

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas é uma iniciativa do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), apoiados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e pelo Ministério da Educação. Seu objetivo é, através da competição, incentivar o ensino de matemática e descobrir talentos entre estudantes das escolas públicas brasileiras da 5ª a 8ª séries e do ensino médio. Neste segmento, há no País aproximadamente 22 milhões de estudantes matriculados em mais de 64 mil escolas públicas.

Exemplo brasileiro

As olimpíadas de Matemática tiveram início na Hungria, em 1894. Transformaram-se em uma competição internacional em 1959, com as Olimpíadas Internacionais de Matemática. No Brasil, a primeira competição ocorreu em 1979, aplicada pela Sociedade Brasileira de Matemática. Dois estados brasileiros são exemplos importantes de olimpíadas regionais, aliadas ao esforço de inclusão social. São o Projeto Numeratizar, do governo do Ceará, e o Projeto Valdenberg, do professor Valdenberg Araújo da Silva, em Sergipe.

O projeto cearense trabalha com 200 mil estudantes em todo o estado. O projeto sergipano começou com 600 alunos, com idade média de 12 anos, número que cresceu este ano para três mil, a partir do apoio do MCT. Nos dois projetos, os estudantes, mesmo sendo selecionados pela sua capacidade matemática, são orientados a seguir carreiras de sua preferência, o que tem levado vários deles ao sucesso em outras áreas, notadamente as científicas.

As provas da primeira fase da olimpíada de Matemática acontecem no dia 14 de agosto, e as da segunda, dia 20 de outubro. Os cartões-resposta dos alunos classificados na primeira fase deverão ser enviados para o Instituto Nacional de Matemática Pura até o dia 27 de agosto. No dia 5 de outubro serão divulgados os nomes dos classificados com os locais de prova da 2ª fase.





Fonte: Emquestao

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/233973/visualizar/