Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Quinta - 01 de Março de 2007 às 16:58

    Imprimir


O superintendente do Sistema Sócio-Educativo, Carlos Caetano, e o secretário Adjunto de Justiça, Carlos Alberto Santana, irão se reunir nesta quinta e sexta-feira, em Cuiabá, com um grupo de professores da Universidade Estadual de Mato Grosso (UNEMAT) para a formatação do projeto de criação do Núcleo de Capacitação Continuada. A reunião acontecerá no auditório do Centro Sócio-Educativo, a partir das 10h.

O objetivo do projeto é promover a formação continuada dos profissionais (agentes) do Sistema Sócio-Educativo, visando a atualização, evolução e aperfeiçoamento das práticas sociais sustentadas no princípio dos direitos humanos.

O trabalho está sendo formulado e executado em parceria com a UNEMAT que contribuirá com a parte pedagógica do projeto. O curso visa capacitar 300 servidores do Sistema Sócio-Educativo de 22 municípios do Estado.

Projeto

O início das aulas está previsto para o mês de julho deste ano. Após a aprovação do projeto, que tem até o dia 15 de março para ser apresentado à Subsecretaria de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, ligada à Secretaria Nacional de Direitos Humanos.

De acordo com a gerente de Educação e Formação Profissional do Centro Sócio-Educativo, Maria Aparecida Culturato, o projeto possui várias capacitações, com quatro metas fundamentais: implementação da proposta pedagógica do Centro Sócio-Educativo; capacitação de 180 profissionais sobre prática de segurança e noções básicas de gerenciamento de crise; oferecimento de 10 oficinas educativas voltadas ao atendimento no Sistema.

A última meta é a promoção de um curso de capacitação destinado a 100 operadores do Sócio-Educativo de 25 municípios do Estado para a implementação do Sistema Nacional Sócio-Educativo (SINASE).

“Este procedimento de capacitação tem como objetivo maior o preparo perene dos servidores com a percepção da humanização, visando a melhoria dos serviços prestados ao adolescente, com foco na diminuição de reincidência e a possibilidade da devolução da cidadania plena ao adolescente, para que ele possa a partir de seu aprendizado fazer valer os seus direitos ”, enfatiza Carlos Caetano.

Investimentos

Já estão assegurados R$ 250 mil para a viabilização do projeto, recurso do Governo Federal. O Governo do Estado, através da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado (SEJUSP), irá investir R$ 25 mil para a implantação do plano.

Informações: (65) 3613-5518





Fonte: RMT-Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/239244/visualizar/